Avançar para o conteúdo

Weg vai construir nova fábrica em Portugal

  • por

Investimento permitirá um aumento estratégico da capacidade produtiva para o mercado europeu

A nova fábrica em Santo Tirso deve entrar em operação no primeiro trimestre 2024 e gerar cerca de 100 novos empregos

A Weg anunciou a construção de uma nova fábrica de motores elétricos em Santo Tirso, Portugal. A companhia pretende investir 23,5 milhões de euros (aproximadamente R$ 141 milhões) para edificar 22.600 metros quadrados no mesmo terreno onde a companhia catarinense já possui uma operação de 16.300 metros quadrados, dedicada à fabricação de motores industriais de baixa tensão. Com a nova unidade a empresa de Jaraguá do Sul pretende ampliar a produção de motores elétricos de grande porte e transferir sua fábrica localizada em Maia para Santo Tirso, centralizando todas as operações no mesmo lugar.

“Estamos não só investindo no aumento da capacidade produtiva, mas também na modernização das nossas operações em Portugal. Além de trazer a produção de motores de média e alta tensão, à prova de explosão, painéis elétricos, soluções de automação e serviços de assistência técnica para Santo Tirso, também estamos planejando aumentar a gama de motores elétricos para tamanhos maiores no país”, explica Alberto Kuba, diretor superintendente da Weg Motores. Segundo ele, o aporte é um passo estratégico e muito importante para a expansão da Weg no mercado europeu. A nova fábrica em Santo Tirso deve entrar em operação no primeiro trimestre 2024 e gerar cerca de 100 novos empregos.

A Weg iniciou suas operações em Portugal em 2002 com a compra de uma fábrica de motores elétricos em Maia. Em 2015 a companhia iniciou a construção de uma nova fábrica em Santo Tirso, distante apenas 24 quilômetros de Maia. A unidade de Santo Tirso foi inaugurada em 2018 e incorpora uma linha de produção mais verticalizada com processos de usinagem, fabricação de rotor, bobinagem, montagem e laboratórios de ensaios elétricos dedicados. Atualmente a Weg emprega mais de 700 pessoas em Portugal.

Investimento permitirá um aumento estratégico da capacidade produtiva para o mercado europeu

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.