Engie Soluções vence leilão de PPP de iluminação pública de Curitiba

Projeto foi arrematado por contraprestação mensal de R$ 1,1 milhão

O projeto foi arrematado pelo valor de contraprestação mensal máxima de R$ 1,1 milhão, que representa um deságio de 71,3%

Em um leilão com sete concorrentes, realizado na B3, em São Paulo, a empresa Engie Soluções venceu nesta quarta-feira (28) a concorrência da Parceria Público-Privada (PPP) de iluminação pública de Curitiba (PR). O projeto foi arrematado pelo valor de contraprestação mensal máxima de R$ 1,1 milhão, que representa um deságio de 71,3%. O valor de referência para as propostas foi R$ 3.835.465,28.

O projeto garantirá a modernização da iluminação de 100% dos bairros de Curitiba (PR). Para isso, estão previstos investimentos na ordem de R$ 329 milhões ao longo dos 23 anos do contrato de concessão. Com os investimentos, a expectativa é que, no máximo, 18 meses após o início dos trabalhos, a cidade passe a ter LED na totalidade dos 157 mil pontos de iluminação pública. O projeto prevê ainda a iluminação cênica de 141 locais de importância histórica e cultural, a exemplo do que a cidade já faz em monumentos, igrejas e outros espaços.


O leilão, que concede à iniciativa privada ativos da prefeitura de Curitiba, foi conduzido em parceria com Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O diretor de Concessões e Privatizações do banco, Fábio Abrahão, apontou que este é o maior leilão de iluminação pública do ano e que o ativo se insere na carteira de Transformação da Vida das Cidades. “Uma transformação grande que começa através de Curitiba. É um pensamento integrado de mobilidade urbana, de autoridade metropolitana, planejamento conjunto, então, transformar a vida das cidades é transformar o país, é atrair investimento e melhorar a qualidade de vida”, declarou.

O secretário municipal de administração e gestão de pessoal e de TI de Curitiba, Alexandre Jarshel, falou sobre o reconhecimento da cidade de Curitiba no tema do planejamento urbano e que o projeto vai neste sentido. “Vamos levar iluminação de qualidade, com segurança, com segurança no trânsito, com segurança viária, com segurança nas calçadas, com iluminação cênica nos nossos principais monumentos, nos maiores e mais bonitos cartões postais da cidade. Curitiba tem esse selo e a empresa vencedora Engie carregará o selo junto”, disse o secretário.

Tiago Oliveira, diretor de desenvolvimento de negócios da Engie, que tem sede em Florianópolis (SC), destacou que a vitória no leilão será muito importante para a carteira de projetos da empresa. “Temos mais de um milhão de pontos de iluminação pública sob gestão ao redor do mundo. No Brasil, somente sob regime de PPP nós temos mais de 130 mil pontos, sendo 90 mil em Uberlândia e 40 mil no município de Petrolina.”

Com Agência Brasil

Projeto foi arrematado por contraprestação mensal de R$ 1,1 milhão

Author:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.