Avançar para o conteúdo

Confiança da indústria avança na maioria dos setores em fevereiro

  • por

Índice aponta para recuperação, revela CNI

O que sustenta o ICEI positivo são as expectativas em relação a economia nos próximos seis meses

A confiança da indústria aumentou em 17 dos 29 setores pesquisados, de acordo com o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) por setor, da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Além disso, o único setor que registrava pessimismo em janeiro, o de produtos de limpeza, perfumaria e higiene pessoal, voltou a ficar otimista neste mês. Foram entrevistadas 2.222 empresas, sendo 912 de pequeno porte, 805 de médio porte e 505 de grande portem entre 1º e 10 de fevereiro.

No entanto, o que sustenta o ICEI positivo são as expectativas em relação a economia nos próximos seis meses. Todos os 29 setores analisados têm expectativas otimistas. O gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, explica que, sobre o momento atual da economia, apenas 13 de 29 setores estão confiantes. “Apesar do aumento da confiança, na comparação com fevereiro de 2021, apenas o setor de manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos está mais otimista do que há um ano”, detalha.

Os setores mais confiantes são: extração de minerais não-metálicos (60,5 pontos), produtos de metal (59,9 pontos, veículos automotores (59,8 pontos) e manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos (59,7 pontos). Veja os setores mais e menos confiantes no gráfico ao final desta reportagem.

O ICEI varia de 0 a 100 pontos. Valores acima de 50 pontos indicam confiança do empresário e quanto mais acima de 50 pontos, maior e mais disseminada é a confiança. Valores abaixo de 50 pontos indicam falta de confiança do empresário e quanto mais abaixo de 50, maior e mais disseminada é a falta de confiança.

Índice aponta para recuperação, revela CNI

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.